Zirconia Lambert

A Empresa

Nascido e criado em Limeira, a capital nacional das jóias folheadas, o fundador da Zirconia Lambert do Brasil tem dedicado a vida, desde 1988, ao ramo das jóias folheadas e semijóias.

Sempre, sendo um exímio comerciante, vinha se destacando no Estado ou País que viesse a vender jóias folheadas. Observando que as jóias folheadas nacionais precisariam competir com as importadas, e que a qualidade da mercadoria de Limeira e do Brasil deveria melhorar, abriu mão da fabricação de jóias folheadas, só para se dedicar a melhorar a qualidade das peças produzidas em Limeira e no Brasil, não poderia começar a não ser pelas pedras. Pensa que o strass deixa a mercadoria com cara de bijuteria barata e sem qualidade.

Por isso procurou a maior fabricante de zirconia do mundo e conseguiu obter sua exclusividade para o Brasil. Assim, veio a constituir a Zirconia Lambert do Brasil.
Zircônia Cúbica (ou CZ) óxido de zircónio (ZrO2) é uma gema produzida em laboratório como imitação do diamante. Encontra-se zircônia na natureza, mas cristalizada no sistema monoclínico, não cúbico, constituindo o mineral chamado baddeleyíta. A zircônia cúbica é dura, com dispersão maior que a do diamante e geralmente incolor, mas pode ser produzida numa grande variedade de cores. Devido ao seu baixo custo, durabilidade e semelhança visual ao diamante, a zircônia cúbica tem sido a imitação de diamante.


Desde 1976 tem sido usada na fabricação de semi-joias e jóias. Hoje em dia, com custo excelente, vem substituindo tanto os strass, como as pedras semipreciosas e o Brilhante. Em relação aos famosos strass, é muito mais brilhantes, bonitas, duráveis, dando assim outra qualidade à mercadoria.
Em relação as semipreciosas é tão bonita e muito mais padronizada e com um custo menor. Também substitui o brilhante com o mesmo efeito nas jóias.